Formando um ADE: primeiros passos

Um Arranjo de Desenvolvimento da Educação é um mecanismo de colaboração, no qual municípios próximos se unem com o objetivo de atuar em conjunto pela melhoria da Educação pública de qualidade. Essa é uma metodologia prevista na Constituição federal e que está se mostrando cada vez mais efetiva para vencer alguns obstáculos que dificultam o alcance de melhorias na Educação.

Mas, como implantar um ADE? Por onde começar? Confira 10 passos para colocar a mão na massa:

1. Mobilize um grupo de pessoas para estudar o assunto, buscando entender a realidade do local, os benefícios que um Arranjo pode trazer para o contexto e compreendendo, de forma aprofundada, como a metodologia funciona. Isso pode ser feito com a ajuda de e outros ADEs e de publicações que se dedicam ao tema ;

2. Estimule a  colaboração entre as pessoas do grupo, trabalhando a confiança e incentivando a troca de experiências. Isso pode ser feito em reuniões de aproximação e debate, mas não esqueça de reservar um momento para que as pessoas se apresentem, conversem e tenham condições de exprimir pontos de vista, dúvidas e preocupações;

3. Registre todos os momentos e aposte na transparência do processo, para que todos saibam o ponto de partida e o objetivo final;

4. Faça um diagnóstico territorial para compreender as potencialidades e fragilidades;

5. Eleja, com base no diagnóstico e de forma democrática, as metas que vão orientar as ações;

6. Estabeleça uma rotina de encontros para o grupo e invista nas relações interpessoais;

7. Acompanhe e revisite as metas com frequência;

8. Eleja uma liderança, que possa representar o grupo de forma institucional, mobilizar o engajamento e a integração e se responsabilizar pelo alinhamento dos propósitos;

9. Formalize a existência do arranjo em um documento organizado de forma clara e transparente;

10. Busque parcerias e outras formas de manter a sustentabilidade do projeto.

É importante lembrar que cada grupo terá suas especificidades e, por isso, as ações podem acontecer de formas muito distintas. Cada Arranjo tem uma identidade que merece ser respeitada, valorizando sempre as relações humanas e visando bons resultados para o principal interessado nas ações: o aluno.


2020-02-21T15:27:57-03:00