05 de abril de 2017

Instituto Ayrton Senna inicia capacitação de professores da Granfpolis

A formação dos profissionais de educação tem como objetivo o cumprimento da Meta 2 do ADE

Teve início nesta terça-feira, 4, e vai até o próximo dia 7, a capacitação de coordenadores pedagógicos e professores indicados pelos 22 municípios da Grande Florianópolis, para a formação de Salas de Aula dos programas Acelera, Se Liga e Fórmula da Vitória desenvolvidos pelo Instituto Ayrton Senna, parceiro da Associação dos Municípios da Grande Florianópolis e do Instituto Positivo no Arranjo de Desenvolvimento da Educação.

A formação dos profissionais de educação está sendo realizada na sede da Granfpolis e faz parte da Meta 2 do ADE para a redução, até o final deste ano, da taxa anual média geral de distorção idade/ano de 12,3% para 8%, consolidando políticas públicas territoriais que promovam a (re)orientação curricular e didático-pedagógica de modo a eliminar as as dificuldades de aprendizagem verificadas na trajetória acadêmica dos estudantes.

O programa Se Liga Brasil vai atuar com os municípios de Angelina, Canelinha, Garopaba, Governador Celso Ramos, Leoberto Leal, Palhoça, Paulo Lopes, Santo Amaro da Imperatriz e São José. O programa Acelera Brasil vai preparar os profissionais de educação de Canelinha, Garopaba, Leoberto Leal, palhoça, São José, Santo Amaro da Imperatriz e Tijucas. E o programa Fórmula da Vitória Língua Portuguesa vai atuar com Alfredo Wagner, Palhoça e São José. Os profissionais da educação formados terão a missão de abrir salas de aula nos municípios para a aplicação destes programas.

Teresa Jussara Luporini, agente técnico do Instituto Ayrton Senna, atua no acompanhamento das redes de ensino e na monitoração de dados e resultados dos programas que estão sendo implantados. Ela ressalta que o principal objetivo do trabalho é a busca do sucesso educacional dos alunos. “Estes programas (Se Liga e Acelera Brasil) têm o cunho de trabalhar com crianças que não se alfabetizaram na escola, e trabalha com a auto estima da própria criança para que se sinta capaz de aprender e ter sucesso na escola e trabalhar com as competências sócio-emocionais e que se instrumentalize para alcançar um bom resultado. No caso do Acelera Brasil uma correção do ano em que a criança está cursando na escola”, esclarece.

Para Teresa Jussara trata-se de um grande desafio porque, segundo ela, esta experiência vai trazer um novo olhar e a concretização de teorias, como o próprio ADE, e que vai irradiar estas possibilidades para os demais municípios, inclusive os que não fazem parte da Granfpolis. “Buscamos qualificar cada vez a educação nos municípios”, concluiu.

O Arranjo de Desenvolvimento da Educação foi iniciado em julho de 2015, com uma metodologia homologada pelo Ministério da Educação. O Programa já apresenta avanços em seu plano de ação no incentivo ao trabalho colaborativo nos 22 municípios da região da Grande Florianópolis.

Fonte: Granfpolis.